Parábola dos talentos

por em 04/11/2013
Leitura em 6 minutos.

Principio da lição: Deus nos deu dons para serem usados no seu Reino.

Texto base:

“Porque é assim como um homem que, ausentando-se do país, chamou os seus servos e lhes entregou os seus bens: a um deu cinco talentos, a outro dois, e a outro um, a cada um segundo a sua capacidade; e seguiu viagem. O que recebera cinco talentos foi imediatamente negociar com eles, e ganhou outros cinco; da mesma sorte, o que recebera dois ganhou outros dois; mas o que recebera um foi e cavou na terra e escondeu o dinheiro do seu senhor. Ora, depois de muito tempo veio o senhor daqueles servos, e fez contas com eles. Então chegando o que recebera cinco talentos, apresentou-lhe outros cinco talentos, dizendo: Senhor, entregaste-me cinco talentos; eis aqui outros cinco que ganhei. Disse-lhe o seu senhor: Muito bem, servo bom e fiel; sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu Senhor. Chegando também o que recebera dois talentos, disse: Senhor, entregaste-me dois talentos; eis aqui outros dois que ganhei. Disse-lhe o seu senhor: Muito bem, servo bom e fiel; sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor. Chegando por fim o que recebera um talento, disse: Senhor, eu te conhecia, que és um homem duro, que ceifas onde não semeaste, e recolhes onde não joeiraste; e, atemorizado, fui esconder na terra o teu talento; eis aqui tens o que é teu. Ao que lhe respondeu o seu senhor: Servo mau e preguiçoso, sabias que ceifo onde não semeei, e recolho onde não joeirei? Devias então entregar o meu dinheiro aos banqueiros e, vindo eu, tê-lo-ia recebido com juros. Tirai-lhe, pois, o talento e dai ao que tem os dez talentos. Porque a todo o que tem, dar-se-lhe-á, e terá em abundância; mas ao que não tem, até aquilo que tem ser-lhe-á tirado. E lançai o servo inútil nas trevas exteriores; ali haverá choro e ranger de dentes. “ – Mateus 25:14 a 30

Texto chave:

“Porque aquele que tem muito receberá mais e assim terá mais ainda; mas quem não tem, até o pouco que tem será tirado dele.” Mateus 25:29

Objetivos educativos:

Mostrar para as crianças que cada pessoa tem características próprias e dons que devem ser usados para servir melhor a Deus. Despertar na criança o desejo de descobrir no que pode ser útil para Deus, sempre fazendo o melhor.

Material:

  • Uma caixa de ferramentas
  • As quatro figuras para ilustrar a parábola.
  • Uma copia da atividade para cada criança.
  • Lápis.

Hora da História:

Olhem o que eu trouxe hoje, uma caixa de ferramentas. Na minha caixa há muitas ferramentas úteis. Elas podem ser usadas para construir coisas ou para reparar ou arrumar coisas estragadas e quebradas. Eu vou contar uma história sobre ferramentas. Eu vou chamar esta história: as três caixas de ferramentas. Escutem com muita atenção.

Figura 1 – Havia uma vez um empresário dono de uma grande construtora. Este homem precisava viajar para Europa para fechar grandes negócios, então chamou seus três empregados mais próximos e lhes disse: Eu tenho que fazer uma longa viagem para expandir os meus negócios na Europa e preciso que vocês cuidem muito bem da empresa. Eu preparei uma caixa com ferramentas para cada um de vocês para que a usem na construtora até que eu volte.

Então o patrão entregou a caixa de ferramentas para cada um. Cada caixa continha todas as ferramentas que cada um deles precisava para o trabalho que o patrão esperava que fizessem. Cada um dos empregados tinha habilidades diferentes, por isso a caixa de ferramentas era diferente. Ao primeiro empregado ele deu uma caixa grande e cheia de ferramentas. Ao segundo deu uma caixa mais pequena, mas tinha bastantes e variadas ferramentas. Ao terceiro empregado deu uma caixa pequena, com poucas ferramentas, mas suficientes para que fizesse um excelente trabalho na empresa. O empresário viajou. Passados uns messes retornou e chamou os seus empregados para que pudessem prestar conta do serviço.

Figura 2 – O primeiro empregado disse: -“Eu sei do seu grande amor e preocupação pelas pessoas que não tem lar, então usei a caixa de ferramentas que o senhor me entregou para construir casas para os necessitados”.

-Que maravilha! –disse o empresário. Você tem trabalhado muito bem. Eu vou promovê-lo, você será o chefe de todas as construções da empresa. Parabéns!

Figura 3 – O segundo empregado disse: -“Conheço o grande amor que o senhor tem pelas pessoas idosas, então usei a caixa de ferramentas para reformar e restaurar as casas dos idosos”.

-Que fantástico! –disse o patrão- Você tem trabalhado muito bem! Eu vou promovê-lo, você será o novo gerente de reformas e manutenção da empresa. Parabéns meu amigo!

Figura 4 – Depois chegou o terceiro empregado em silêncio, então o patrão perguntou: O que você fez com as ferramentas eu lhe dei?

O terceiro empregado respondeu: -“Eu sei que o senhor é um patrão muito exigente e que cobra muito da gente, então fiquei com medo de usar as ferramentas e estragá-las ou perdê-las. Então as guardei em um lugar seguro. Elas ficaram seguras e guardadas desde o dia que viajou. Elas estão novinhas em folha!”

– Que empregado preguiçoso você é! Eu não dei as ferramentas para que você as guardasse em um lugar seguro, eu as dei para que as usara na empresa! Você esta demitido, é um mal funcionário!

Como os outros dois empregados provaram que tinham feito um excelente uso das ferramentas o patrão pegou a caixa de ferramentas do empregado inútil e a dividiu entre eles.

Esta é uma parábola que Jesus contou abramos a nossa bíblia em Mateus 25:14 a 30. (Líder leia junto  com eles)

Hora de conversar:

Com essa parábola, Jesus quis ensinar que cada um de seus filhos, que o receberam nos seus corações, tem pelo menos um dom, ou seja, uma capacidade para fazer algo para servir a Deus e ganhar almas para Jesus. Cada um de nós e diferente e, por isso mesmo, Deus nos deu diferentes dons. Você tem um dom que é só seu e que pode frutificar e abençoar a obra de Deus. Todos nós podemos e devemos fazer sempre o melhor para Deus.

Deus nos deu ferramentas para construir em seu reino. Nós não temos as mesmas ferramentas, mas Deus espera que usemos aquelas ferramentas que ele nos deu. Si usamos estas ferramentas Deus nos dará ainda mais, mas se a gente não usa os dons (ferramentas) que Deus nos deu, ele tirará de nós e o dará a outro que tenha o encargo de usá-los. Escute o que Jesus disse: “Porque aquele que tem muito receberá mais e assim terá mais ainda; mas quem não tem, até o pouco que tem será tirado dele.” Mateus 25:29

Algumas vezes você pode ver os dons e talentos que Deus deu a outras crianças e pode pensar que você mesmo não recebeu muitos dons, e que não é especial. Então podemos ser tentados a esconder o nosso talento, mas Deus fica triste com essa atitude. Devemos sempre estar dispostos a servir a Deus com o talento que ele nos deu.

Que talentos Deus te deu? (Líder se a criança não souber responder pergunte se ela gosta de cantar, pintar, falar, estudar, etc e mostre para ela como esse talento pode ser importante para edificar o reino de Deus)

Você usa o seu talento para servir ao Senhor?

Que coisas impedem a gente de usar os dons e talentos que Deus nos deu? (Preguiça, inferioridade, ficar se comparando, timidez, vergonha, falta de encargo, etc)

O que podemos fazer para servir ao Senhor, ainda sendo crianças?

Líder: Ore com eles pedindo perdão se não usaram o dom servindo ao Senhor e pedido ajuda ao  Espírito Santo para que poder usar os talentos. Ore rejeitando a vergonha, inferioridade e timidez.

Vídeo

Imagens

© Copyright 2012-2017 | Um Só Corpo - Que eles sejam um assim como eu e tu somos um. Jo 17:22